O que são músculos agonistas e antagonistas e como eles interagem?

musculos agonistas antagonistas significado
e-book vinagre de maçã no uso estético

Para cada Batman, há um Coringa, para cada Superman, existe um Lex Luthor, e para os músculos agonistas, há músculos antagonistas. Existem vários pares musculares antagonistas em seu corpo, e saber como eles funcionam pode ajudá-lo a treinar de maneira mais inteligente e a ficar maior e mais forte. Ter uma boa compreensão dos músculos antagonistas também pode ajudar imensamente na prevenção de lesões e na correção de desequilíbrios musculares em seu corpo. Os desequilíbrios musculares podem ser pequenos ou graves, e ambos afetam o seu dia-a-dia em graus variados.

Explicando o significado de músculos agonistas e antagonistas

Geralmente, a explicação mais simples de agonismo e antagonismo são dois músculos dispostos de tal maneira que, quando um músculo flexiona (agonista), o outro se estende e vice-versa. Pense nos seus braços. Na frente você tem seu bíceps e na parte de trás você tem o tríceps. Se seu braço está dobrado, seu bíceps é o agonista e seu tríceps é o antagonista, mas, se você fizer oposto, seu tríceps é o agonista e seu bíceps será o antagonista.

Vamos continuar com o exemplo de seus braços. Se você tem um bíceps realmente forte e um tríceps muito fraco, o bíceps exerce mais força no braço do que o tríceps, o que pode causar desbalanço de forças na articulação do cotovelo. Imagine uma segunda gravidade puxando para baixo, para manter estável, você teria que ter mais força para o objeto se mover. Em repouso, você deve permanecer neutro, mas ter um agonista forte e um antagonista fraco pode colocar mais força em sua articulação em uma direção.

Por que Treinar Músculos Agonistas e Antagonistas

Treinar pares musculares agonistas e antagonistas foi na verdade uma teoria popularizada por Arnold Schwarzenegger. Existem vários exercícios push-pull populares com metodologia decente e proporcionam um ótimo treino. No entanto, treinar os músculos opostos com supersets pode não só poupar seu tempo (super sets não exigem tanto tempo de descanso entre cada super série), mas podem ajudar a ganhar músculos. Fadigar seu músculo agonista antes de trabalhar o músculo antagonista significa que o seu antagonista não está resistindo ao agonista, devido à diminuição da força devido a essa fadiga. O que isto significa? Bem, você pode agachar com 50% do seu 1RM vs. 75% do seu 1RM? Tenho certeza que você pode. Há menos resistência. Quando há menos resistência de um fator externo, você pode colocar uma carga mais pesada diretamente sobre o músculo, o que abre caminho para maiores ganhos em tamanho e força.

Phone sem fio

Exemplos de Super sets que Usam Treinamento Agonista-Antagonista

Agora que passamos pelos princípios do treinamento agonista-antagonista, é hora de dar uma olhada em como podemos aplicá-los aos seus treinos. O treinamento agonista-antagonista é melhor empregado com super sets. Se você não estiver familiarizado com super série, são apenas dois exercícios realizados consecutivamente sem descanso entre eles. Com essas super séries, você deve tentar corresponder ao plano de movimento do primeiro exercício com o segundo exercício, ou seja, vertical ou horizontal, ou em qualquer outro ponto intermediário. Aqui estão alguns ótimos exemplos de super sets que você pode fazer com seus músculos agonistas-antagonistas:

Peito e costas

Quando você aperta suas omoplatas, o que acontece? Seu peito se estende. Da mesma forma, quando você flexiona seu peito, suas costas se alongam. Seu peito também está na parte da frente do seu torso, enquanto as costas estão – bem, você sabe. Estes são dois dos seus maiores grupos musculares, e o super set com conjuntos musculares agonistas/antagonistas pode poupar tempo, apenas assegure-se de que descansa o suficiente entre super sets. Aqui estão alguns ótimos super sets para peito e costas:

  • Supino/ Pull Down
  • Supino Inclinado/Puxador frontal
  •  Crossover/Pullover

Perna

Enquanto a anatomia das pernas reage bem ao treinamento agonista-antagonista em teoria, simplesmente não há muitos exercícios de isolamento para as pernas – exercícios compostos são muito mais eficazes. A única opção real para uma super série de agonista/antagonista seria a realização de extensões de perna, seguidas de flexões de perna. No entanto, as extensões das pernas exercem uma força de cisalhamento no joelho e podem estressar o LCA ( Ligamento Cruzado Anterior), por isso, se você tiver joelhos ruins, fique longe dele e faça agachamento.

Braço

Braços, como o peito e as costas, são onde o treinamento agonista-antagonista pode realmente brilhar. Super set de bíceps e tríceps exercícios podem fornecer um grande pump, e até mesmo a capacidade de produzir algumas repetições extras devido a ambos os músculos opostos estão fatigados. Como o bíceps e o tríceps são grupos musculares menores, você não precisa descansar muito tempo entre as séries – 60 segundos funcionam a menos que você esteja realmente com gás. Aqui estão alguns exemplos de super sets de bíceps / tríceps:

• Rosca Direta / Tríceps corda
• Rosca unilateral / Tríceps francês
• Rosa Concentrada / Tríceps Coice

Conclusão

Começando principalmente com Arnold Schwarzenegger, realizar supersets com músculos opostos (agonista e antagonista) tem sido uma maneira popular de treinar. Esse tipo de treinamento não é valioso apenas devido à quantidade de tempo que você pode economizar na academia, pode ser uma maneira muito eficaz de aproveitar melhor seus sets. Se seu peito está fatigado, suas costas podem trabalhar mais. Se o seu bíceps estiver cansado, o tríceps pode trabalhar mais, etc.

Além de todos os benefícios listados, com melhores treinos e economia de tempo, a super série de músculos antagônicos com suas contrapartes promoverá a simetria. Ter enormes bíceps e tríceps pequenos afetam a estética e provavelmente lhe dará problemas de cotovelo, parece estranho. Isso também pode ser notado distintamente com o peito e as costas, exceto quando seu peito ou costas é mais forte do que o seu antagônico contraparte, pode causar vários problemas posturais que podem levar a problemas permanentes nas costas ou possíveis lesões.

Com todos os benefícios e a única desvantagem de aumentar a fadiga (um problema que pode ser resolvido com períodos de descanso ligeiramente prolongados), esse método de treinamento é bom,pelo menos dê uma chance.

O que são músculos agonistas e antagonistas e como eles interagem?
5 (100%) 2 votos