Mindful eating promove a alimentação consciente com atenção plena

Mindful eating promove a alimentação consciente com atenção plena

Mindful eating é prática antiga pode transformar a maneira como você pensa sobre comida e preparar o cenário para uma vida saudável.

Como a maioria de nós, você provavelmente já comeu algo nas últimas horas. E, como muitos de nós, talvez você não consiga se lembrar de tudo que comeu, muito menos da sensação de comer. De acordo com um relatório de 2011 do Departamento de Agricultura dos EUA, o americano médio gasta duas horas e meia por dia comendo, mas mais da metade do tempo, também estamos fazendo outra coisa.

Como estamos trabalhando, dirigindo, lendo, assistindo televisão ou mexendo em um dispositivo eletrônico, não temos plena consciência do que estamos comendo. E essa alimentação irracional – uma falta de consciência dos alimentos que estamos consumindo – pode estar contribuindo para a epidemia nacional de obesidade e outros problemas de saúde, diz a Dra. Lilian Cheung, nutricionista e palestrante em Harvard T.H. Escola de Saúde Pública Chan.

O que é mindful eating ou atenção plena ao comer?

Atenção plena significa focar no momento presente, enquanto calmamente reconhece e aceita seus sentimentos, pensamentos e sensações corporais. “Os princípios de mindfulness também se aplicam à alimentação consciente, mas o conceito de alimentação consciente vai além do indivíduo. O que você come afeta o mundo. Nós comemos para a saúde total “, diz o Dr. Cheung. Esse é essencialmente o mesmo conceito que impulsionou o desenvolvimento das diretrizes dietéticas norte-americanas propostas em 2015, que, pela primeira vez, consideraram a sustentabilidade das culturas alimentares e os benefícios para a saúde dos alimentos.

Como aplicar mindful eating na dieta?

Embora as opções ideais de alimentação consciente sejam semelhantes à dieta mediterrânea – centrada em frutas, legumes, grãos integrais, sementes, nozes e óleos vegetais – a técnica pode ser aplicada a um cheeseburger e batatas fritas. Prestando atenção de verdade aos alimentos que ingerimos, você pode ingerir esses tipos de alimentos com menos frequência. Em essência, mindful eating significa estar totalmente atento à sua comida – enquanto você a compra, prepara, serve e consome. No entanto, a adoção da prática pode levar mais do que alguns ajustes na maneira como você aborda refeições e lanches. Existem várias práticas que podem ajudá-lo a chegar lá, incluindo as listadas abaixo.

Comece com sua lista de compras

Considere o valor nutricional de cada item adicionado à sua lista e cumpra-o para evitar compras por impulso durante as compras. Encha a maior parte do carrinho na seção de alimentos in natura e evite os corredores centrais – que são pesados ​​com alimentos ultraprocessados ​​- e as batatas fritas e os doces no balcão de check-out.

Vá para a mesa com apetite mas não quando estiver com muita fome

Se você pular as refeições, pode ficar tão ansioso para conseguir algo no estômago que sua primeira prioridade seja preencher o vazio em vez de saborear a comida.

Comece com uma pequena porção

Pode ser útil limitar o tamanho do seu prato. E caso deseje me comida, você pode se servir de novo, além de ajudar, esta atitude também evitar desperdício de comida. Às vezes seus olhos podem ser maiores que sua boca, lembre-se disso.

Saboreie e seja grato pela sua comida

Faça uma pausa por um minuto ou dois antes de começar a comer para contemplar tudo e todos que levaram para levar a refeição para a sua mesa. Silenciosamente, expressar sua gratidão pela oportunidade de desfrutar de uma comida deliciosa e dos companheiros com quem você está se alimentando.

A cultura japonesa expressa este sentimento através da palavra Itadakimasu (頂きます) que é uma frase essencial no vocabulário japonês.

É frequentemente traduzida como “eu humildemente recebo”, mas na hora das refeições é comparada a “vamos comer”,”bon appétit” ou “obrigado pela comida”.

Mas os usos do itadakimasu vão muito além da comida. E embora suas raízes sejam antigas, dizer que a frase antes das refeições é um costume japonês bastante recente.

Traga todos os seus sentidos para a refeição

Quando estiver cozinhando, servindo e comendo sua comida, esteja atento à cor, textura, aroma e até mesmo os sons que os diferentes alimentos emitem ao prepará-los. Ao mastigar a comida, tente identificar todos os ingredientes, principalmente os temperos.

Coloque pouca comida no garfo ou colher

É mais fácil provar a comida quando a boca não está cheia. Por isso, não encha a boca totalmente com uma garfada ou colherada gigante. A comida não irá fugir.

Mastigue bem

Mastigue bem até poder provar a essência da comida. (Pode ser necessário mastigar por 20 a 40 vezes, dependendo da comida.) Você pode se surpreender com todos os sabores que são liberados.

Coma devagar

Se você seguir o conselho acima, não irá estragar sua comida. Dedique pelo menos cinco minutos ao mindful eating antes de conversar com seus colegas de mesa.

Como começar o mindful eating

Um número crescente de nutricionistas e programas oferece instruções sobre a técnica, variando de centros de retiro espiritual a hospitais e centros médicos. Um programa médico pode até ser coberto pelo seguro de saúde. Verifique com seu nutricionista.

Referência: Health Harvard, THE MEANING OF ITADAKIMASU