hormônio irisina termogênico e anabólico

Irisina: hormônio termogênico e anabólico produzido pelos músculos


Irisina: hormônio termogênico e anabólico produzido pelos músculos
5 (100%) 1 votos

Já imaginou um hormônio que é um fator pró-miogênico, ou seja, faz você ganhar músculos? Diminui a gordura corporal e melhora o perfil lipídico? E ainda ajuda a regular a homeostase energética? Descoberta em 2012, a irisina é o novo hormônio mais estudado para reduzir diversos problemas como doenças cardiovasculares, diabetes, osteopenia, sarcopenia entre outros.

O que é a irisina?

É um hormônio secretado pelas células musculares para agir como uma ponte entre o exercício físico e a homeostase metabólica, a quantidade de irisina circulante é proporcional a quantidade de massa magra. Estudos mostram que sujeitos que fizeram exercícios de endurance durante 10 semanas tiveram o nível do hormônio dobrado.

Ela tem ação em diversos locais do nosso corpo como o músculo, tecido adiposo, ossos, fígado e sistema nervoso. A Irisina não é somente uma miocina mas também uma adipocina, ou seja, ela atua como fator de transcrição gênica em diversas células diferentes.

Durante o exercício físico ocorrem microlesões nas células musculares que produzem substâncias que avisam o corpo que aquela fibra precisa de reparação, nesse momento a Irisina tem papel fundamental. Um estudo mostrou que há uma relação entre o nível de Irisina e aumento do IGF-1 e redução da miostatina, substâncias fundamentais para a hipertrofia muscular.

Efeitos da irisina

No Tecido Adiposo ela atua transformando as células de gordura branca em gordura marrom, ativando a transcrição de uma proteína chamada UCP1 quando isso ocorre a gordura estocada é mobilizada mais facilmente para a queima, ou seja, tem efeito termogênico. Dessa forma a Irisina pode ser um fator fundamental na perda de peso e doenças relacionadas como dislipidemia, diabetes, hipertensão entre outras. Além disso a Irisina inibe a adipogênese que é o mecanismo pelo qual as gorduras são estocadas no tecido adiposo, em outras palavras, ela impede que gordura se acumule.

A Irisina também tem efeito no metabolismo do ossos, em estudos com ratos, esse hormônio diminuiu a ação dos inibidores de osteoblastos que impedem a regeneração dos ossos, nesse mesmo estudos ratos suplementados com r-irisina tiveram seus níveis de osteopontina aumentados, essa glicoproteína é fundamental para a biomineralização dos ossos. Bem como diminui a presença de esclerostina uma substância que impede a formação óssea. Outro efeito incrível desse hormônio nos ossos é a diferenciação de osteoblastos em medula óssea.

Ela também é expressa, ou seja, produzida no tecido nervoso, mais precisamente nas células de Purkinje e é necessária para a correta diferenciação de células-tronco em tecido nervoso embrionário, também tem ação na neurogênese hipocampal, ou seja, aumenta a proliferação de neurônios nessa região que é a mais afetada pela doença de Alzheimer.

Como aumentar a produção de irisina?

A alimentação afeta a produção de irisina, o consumo de ácidos graxos poli-insaturados como o ômega-3 tem efeito positivo nos níveis deste hormônio. Um estudo do International Journal of Endocrinology and Metabolism mostrou que a suplementação de 1,2g de ômega-3 três vezes ao dia aumenta o nível sérico de irisina em indivíduos diabéticos.

Irisina tem efeito na diminuição da resistência à insulina, ela age como fator de transcrição para o Glut-4 nos músculos que é um transportador de glicose para dentro dos músculos, consequentemente diminuindo a glicemia.
Ela é produzida pelas células musculares através da expressão do gene Ppargc1a que codifica a expressão do coativador 1-alfa do receptor gama ativado por proliferador de peroxissomos ou somente PGC1α, que por sua vez irá estimular a expressão da FDNC5 que é o precursor da irisina.

Ainda há muita pesquisa a ser feita com esse novo hormônio, uma vez que só foi descoberto em 2012, mas os poucos resultados encontrados mostram os benefícios desse hormônio para a saúde em geral. O lado bom de tudo isso é que esse hormônio é sintetizado a partir do músculo lesado, mais uma evidência de que a atividade física é essencial para a saúde.

Jejum emagrece? 3 maneiras de fazer jejum O jejum é uma tendência nos dias atuais, mas é um modo eficiente de dieta ou apenas uma tendência passageira? Todos nos lembramos das outras modas, ta...
5 Alternativas Energizantes ao Café Encontramos cinco deliciosas alternativas ao café que o manterão energizado ao longo do dia e oferecerão benefícios surpreendentes para a saúde.Ma...
7 dicas rápidas para emagrecer Hoje em dia há muitas opções de estratégias de emagrecimento, mas o que elas todas tem em comum? Redução da ingestão calórica, é simples, você emagrec...
7 erros comuns que iniciantes cometem na academia No primeiro dia em que fui à academia, eu estava impressionado com todos os pesos, máquinas e outros aparelhos que eles tinham. Percebo que cometi mui...
Água com limão emagrece? Veja os benefícios para a saúde Que bebida é insanamente barata para fazer, mantém a pele brilhante, ajuda na digestão, pode emagrecer , ainda contém uma boa dose de Vitamina C? Água...