Nutrigenômica e nutrigenética

Nutrigenômica e Nutrigenética: Tudo o que você precisa saber


As áreas da nutrigenética e nutrigenômica estão focados na relação entre genes humanos e nutrição.

A Nutrigenômica investiga como certos alimentos interagem com nossos genes para afetar nossa saúde. É a área da nutrição em que ferramentas moleculares, como testes de DNA, são usadas para entender as respostas da dieta dos indivíduos.

O teste de DNA para a Nutrigenética tem como objetivo identificar a suscetibilidade genética a doenças e as maneiras pelas quais diferenças muito pequenas em nossos genes podem alterar os efeitos que a ingestão de nutrientes tem sobre o corpo.

Em outras palavras:

  • A Nutrigenética examina como seu corpo responde aos nutrientes com base em sua genética.
  • A Nutrigenômica estuda como os nutrientes afetam a expressão de seus genes no corpo.

DNA, Genética e Nutrição.

O DNA significa ácido desoxirribonucleico. O DNA armazena informações e instruções para que todos os organismos cresçam, se desenvolvam, funcionem e se reproduzam. O DNA humano tem cerca de 3 bilhões de bases químicas.

O arranjo dessas bases determina todos os aspectos da função humana.

Genética é o estudo de como o DNA é passado para a descendência (hereditariedade), como e por que ocorrem variações e como essas variações são expressas.

Nutrição refere-se tanto ao processo de ser alimentado pelos alimentos quanto ao estudo de como os nutrientes são usados ​​no metabolismo humano, no crescimento e nos ciclos de reparo.

O Projeto Genoma Humano foi lançado em 1990 com o objetivo de identificar e mapear cada gene no código genético humano. Quando o genoma humano foi concluído em 2003, campos inteiros de estudo científico foram abertos.

Nutrigenética e nutrigenômica são apenas dois dos campos a serem beneficiados e, até o momento, milhares de estudos já foram realizados e publicados sobre esses tópicos.

Como a nutrigenômica afeta sua dieta

A pesquisa de Nutrigenômica dá uma olhada geral em quantos nutrientes ou calorias uma pessoa comum deve consumir e como certos suplementos podem afetá-lo. Existem diferenças individuais na ingestão de pessoas de suas dietas.

Isso explica por que certas pessoas são saudáveis quando comem uma dieta rica em gordura e não têm problemas com os níveis de colesterol. Em algumas pessoas, é completamente diferente, porque elas têm que observar o que comem e quanto comem. Se não, sua saúde pode ser prejudicada. Alguns nutrientes podem funcionar de forma mais eficaz, isso ajudará a determinar os nutrientes especificamente requeridos pelos seus corpos e a descobrir o que funciona para cada tipo genético.

Se pesquisado minuciosamente, tem potencial para ajudar a tratar e prevenir todos os tipos de doenças através da nutrição. Essa descoberta Pode levar por um bom tempo para ser percebida como uma cura para problemas de saúde. Isso porque há muita informação que levará muito tempo para determinar se, de fato, os genes afetam a nutrição.

É importante que a discussão seja aprofundada para nutricionistas, para que a ideia possa ser continuamente investigada e uma solução possa ser encontrada.

A obesidade, por exemplo, é amplamente pesquisada. As mudanças na dieta mostram como a obesidade pode reduzir e ser evitada.

A nutrigenômica em geral parece e avalia como o que comemos afeta nossos genes, assim como nossa saúde geral. Tem o potencial de curar doenças e também preveni-las através da nutrição. Quando isso for descoberto como uma solução, não haverá mais recomendações de dieta em que pessoas de diferentes formas e tamanhos sejam recomendadas para um tipo de solução.

As pessoas terão dietas que funcionam para elas e seus corpos sem generalizar. É um trabalho em construção, e muitas coisas estão sendo colocadas em perspectiva sobre o estudo de genes e nutrição. Até lá, teremos que esperar que a pesquisa siga seu curso completo e eventualmente ajudar as pessoas em sua jornada para uma boa saúde.

Nutrigenética, por outro lado, analisa as relações em genes e dietas e como a saúde de um indivíduo é afetada. É a base da nutrição que é personalizada e feita para se adaptar à ingestão de vitaminas e calorias da pessoa.

As pessoas respondem de maneira diferente às dietas específicas e é por isso que as dietas personalizadas funcionam e atendem às necessidades de um indivíduo. A nutrição personalizada baseia-se em como a nutrição é integrada à vida de uma pessoa e os pacientes com doenças crônicas são genotipados e recebem formas e estratégias para reduzir seus riscos e se tornar mais saudáveis ​​com base em seus genes e dieta.

Sabe-se através de pesquisas que a nossa composição genética influencia o resultado da nossa saúde em resposta ao meio ambiente e ao nosso estilo de vida. A nutrição personalizada é uma nova maneira de manter nossa saúde sob controle.

Nutrigenômica e Nutrigenética estão explorando a interação entre os genes individuais e os nutrientes que eles merecem para controlar as funções do corpo. Se uma pessoa quiser comer de forma saudável, exercitar-se e estar em forma, a pessoa deve conhecer os nutrientes e como ela ajuda o corpo a alcançar sua meta de vida saudável.

Há análises genéticas sendo trabalhadas que têm como foco descobrir qual alimento afeta você de diferentes formas e por que alguns sabores fazem com que você seja alérgico. Se uma pessoa deseja viver um estilo de vida saudável, então a informação genética irá ajudá-la em sua jornada de vida livre de doenças.

Isso ocorre porque suas informações genéticas destacam como se ganha peso e quais alimentos aumentam o desejo de comer mais, etc. Fornece uma visão geral dos alimentos a serem tomados e o que o ajudará a perder peso e a voltar à forma. Todos os seres humanos são considerados 99,9% idênticos em relação à sua composição genética.

A possibilidade de dar os mesmos planos alimentares a dois indivíduos é uma possibilidade. Mas o que é certo para uma pessoa não significa necessariamente que ela seja boa para outra. A genética em si não determina sua saúde e bem-estar, mas ajuda a determinar sua ingestão de dieta e nutrientes.

Um nutricionista especialista em genética pode ajudar com as necessidades nutricionais, educando-o sobre se determinadas dietas funcionam para você ou não. Eles entendem e testam seus genes e elaboram uma conclusão sobre sua ingestão de alimentos e como isso afetou sua rotina diária. Eles também dão conselhos com base em sua dieta e como você deve cuidar melhor de si mesmo para se livrar de doenças crônicas.

Qual é a diferença entre genética hereditária e genética adquirida?

Genética herdada refere-se aos traços que herdamos de nossos ancestrais. Estes incluem altura, cor dos olhos, pigmentação da pele, etc. Traços herdados também podem incluir um número de problemas de saúde diferentes.

Agora sabemos que uma história familiar de câncer de mama pode significar que você tem mais chances de desenvolver câncer de mama.

No entanto, se você carrega certos marcadores genéticos em seu DNA, então você tem uma probabilidade significativamente maior de desenvolver câncer de mama, independentemente do seu histórico familiar.

Genética adquirida são características que não podem ser herdadas de gerações anteriores, mas podem ser transmitidas para gerações futuras se os genes reprodutivos forem afetados. Estes geralmente surgem de uma variedade de influências ambientais, como a exposição à fumaça, radiação, produtos químicos e, claro, de certos fatores nutricionais.

No que a Nutrigenética pode ajudar na prática?

O objetivo geral da nutrigenética é ser capaz de desenvolver um plano de nutrição individual para ajudá-lo a alcançar e manter sua melhor saúde possível. Quando aplicadas corretamente, informações relacionadas à nutrigenética e nutrigenômica podem até mesmo ajudar a prevenir, tratar ou até curar certas doenças.

A dieta mais completa e os planos de nutrição começam calculando as necessidades calóricas diárias de um indivíduo e aplicando a RDA (doses diárias recomendadas) de nutrientes importantes ao plano de dieta através de alimentos e suplementos. Embora esta abordagem seja melhor do que a maioria, existe uma falha inerente que nutrigenética e nutrigenômica se propõem a solucionar: necessidades e respostas individuais.

As RDAs foram desenvolvidas para serem aplicadas à população em geral como um todo. Eles não levam em consideração as necessidades ou respostas específicas de subgrupos genéticos. A importância da resposta genética herdada e adquirida na otimização da saúde de uma pessoa não pode ser super enfatizada.

Seus genes podem determinar o quão sensível você é ao sal, se você é intolerante à lactose, a probabilidade de se tornar deficiente em vitamina D, o quanto você tolera a cafeína e até a eficiência do seu corpo em reparar lesões.

A nutrigenética pode explicar por que dois indivíduos com a idade, estatura e níveis de atividade semelhantes reagem de maneira diferente à mesma dieta. Você deve estar consumindo mais ou menos gordura saturada? Uma dieta low-carb irá beneficiá-lo? Quais suplementos você deve tomar? Quais suplementos você precisa para funcionar corretamente? Estas são todas as perguntas que as informações escondidas em seu DNA podem ajudar a resolver.

Nutrigenômica e Nutrigenética: Tudo o que você precisa saber
5 (100%) 1 votos

Jejum emagrece? 3 maneiras de fazer jejum O jejum é uma tendência nos dias atuais, mas é um modo eficiente de dieta ou apenas uma tendência passageira? Todos nos lembramos das outras modas, ta...
5 Alternativas Energizantes ao Café Encontramos cinco deliciosas alternativas ao café que o manterão energizado ao longo do dia e oferecerão benefícios surpreendentes para a saúde.Ma...
6 Remédios Naturais para a Gripe Pessoas com um sistema imunológico deprimido ou deficiências nutricionais podem ser mais propensas a pegar gripe ou resfriado. Estresse, falta de ...
7 dicas rápidas para emagrecer Hoje em dia há muitas opções de estratégias de emagrecimento, mas o que elas todas tem em comum? Redução da ingestão calórica, é simples, você emagrec...
8 Benefícios do Azeite de Oliva rico em Gorduras Saudáveis As oliveiras existem há milhares de anos. Com uma longa história que remonta às civilizações antigas, o azeite de oliva é considerado até mesmo um dos...