Mamoplastia de Aumento: Como funciona a cirurgia de Aumento de Mama

Mamoplastia de Aumento: Como funciona a cirurgia de Aumento de Mama

O que é Mamoplastia de Aumento?

A mamoplastia de aumento, ou aumento da mama, é realizada inserindo-se cirurgicamente um implante em cada mama, que altera o tamanho, a forma e a sensação delas.

O realce das mamas geralmente é realizado em nível ambulatorial, sob anestesia geral ou anestesia local com sedação. Pode ocorrer em uma sala cirúrgica da clínica, que é um ambulatório autônomo ou uma instalação cirúrgica do hospital. Uma permanência hospitalar durante a noite é recomendada.

Você deve se informar sobre os diferentes tipos de implantes mamários, tipos de incisões, tamanhos e opções de colocação antes de se submeter a um procedimento de melhoramento mamário.

Preparando-se para o aumento de mama

Primeiro, você deseja agendar uma consulta com um cirurgião plástico em quem possa confiar, localizado perto de onde você deseja fazer sua cirurgia. Você deve se consultar com cirurgião plástico certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

O seu cirurgião lhe dará instruções específicas sobre como se preparar para o aumento dos seios, incluindo orientações sobre como comer e beber, fumar e tomar ou evitar vitaminas, comprimidos de ferro e certos medicamentos. Se você desenvolver um resfriado ou uma infecção de qualquer tipo, especialmente uma infecção de pele, sua cirurgia poderá ter que ser adiada. Seu médico pode recomendar que você colha sangue com antecedência, caso seja necessário durante a cirurgia. Além disso, enquanto estiver fazendo os preparativos, certifique-se de que alguém o leve para casa após o procedimento e, se necessário, para ajudá-lo em casa por um dia ou dois.

Durante sua consulta inicial, seu médico o ajudará a decidir sobre o tipo de cirurgia de aumento de mama que melhor se adapta às suas necessidades individuais e responderá a qualquer pergunta que possa ter sobre o procedimento.

Escolhendo os melhores implantes do aumento de mama

Os implantes mamários são fornecidos em uma variedade de tamanhos, formas e perfis para obter um corpo com aparência natural. Outras características importantes incluem a textura do implante e a substância que o preenche. Os implantes devem ser aprovados pela Anvisa e são preenchidos com soro fisiológico ou silicone, que afetam a aparência de um implante mamário e afetam a aparência geral de seus seios. O aumento cirúrgico das mamas é a única maneira garantida de aumentar o tamanho do seu peito a longo prazo. Lembre-se sempre de que seu tamanho, forma e proporção corporal naturais podem influenciar alguns desses fatores ao escolher seus implantes. Além da escolha do implante, há outras variáveis ​​que você deseja discutir com o cirurgião plástico.

Implantes Salinos

Esses implantes não são usados no Brasil, é proibido. Mas para fins didáticos vamos informar. Eles contam com soro fisiológico ou água salgada como preenchimento e são preenchidos no momento da cirurgia, o que produz uma incisão menor.

  • Vantagem: Se o implante desenvolver um defeito e vazar, o material de enchimento é absorvido. Se o tecido for espesso o suficiente, os implantes salinos podem ficar macios e parecer naturais.
  • Desvantagem: Em alguns, eles tendem a não parecer tão naturais e podem ondular mais.

Implantes de silicone

Os implantes de silicone contêm um gel coeso com uma forte ligação que impede que o silicone migre pelo corpo se o implante vazar ou se romper.

  • Vantagem: Sensação mais natural, menos ondulado.
  • Desvantagem: Uma incisão mais longa precisa ser feita.

Local de incisão

Quando se trata de cirurgia para aumento de mama, existem opções de incisão e colocação que você pode escolher, independentemente da forma ou tipo de implante em que você coloque. Apesar do tipo de incisão que você e seu médico decidirem fazer, ela deve ser pequena o suficiente para que, quando estiver completamente curada, o ideal é que exista apenas uma cicatriz muito pequena. A cicatrização varia significativamente de paciente para paciente e depende de muitos fatores, incluindo a genética.

Inframamário (na dobra da mama)

A maioria dos cirurgiões plásticos concorda que uma incisão colocada na dobra da mama é o melhor método para fornecer simetria. Além disso, se você precisar de uma cirurgia de revisão no futuro, seu médico poderá usar sua cicatriz existente em vez de precisar fazer uma nova. No entanto, sua cicatriz pode ser mais visível. Essa é a incisão mais usada porque é a maneira mais fácil de colocar o implante.

Periareolar (ao redor do mamilo)

Muitos cirurgiões e pacientes preferem essa incisão, pois cura melhor e as incisões são pequenas. E uma vez que você está curado, sua cicatriz pode ser praticamente indetectável. No entanto, algumas mulheres, especialmente aquelas com aréola muito pequena, podem não ser candidatas apropriadas para esta incisão. Também pode haver cicatrizes em alguns ductos mamários, o que pode interferir na amamentação, embora a maioria das pacientes possa amamentar adequadamente após a cirurgia com esta incisão.

Axilar

Essa opção é melhor se você estiver praticamente sem cicatrizes na mama e ao redor dela, mas a colocação de um implante na axila pode ser difícil, pois é difícil apertá-la. Se a cirurgia de revisão for necessário, o cirurgião precisará fazer uma incisão secundária para remover ou substituir o implante. É essencial que um endoscópio seja usado para que a colocação do implante fique exatamente no local correto, caso contrário, você corre o risco de o implante ficar muito alto.

Quem deve fazer mamoplastia de aumento?

Geralmente, se você deseja melhorar permanentemente o formato e / ou o tamanho dos seios, considere mamoplastia de aumento como uma solução. Mais duradouro que o sutiã com preenchimento, o realce do peito depende de implantes de silicone ou soro fisiológico colocados sob, entre ou sobre o músculo para adicionar tamanho, forma, proporção e decote.

O que esperar com o aumento de mama

Você provavelmente voltará ao trabalho dentro de uma semana, mais ou menos alguns dias, dependendo da extensão e do tipo de procedimento e atividade física exigida em seu trabalho. As cicatrizes começam a desaparecer dentro de quatro a seis semanas; creme tópico de esteroides, gel de silicone, folhas de silicone podem reduzir a chance de desenvolver cicatrizes elevadas, vermelhas ou irregulares. Embora a maioria dos pacientes se cure bem, as cicatrizes variam de paciente para paciente e não são totalmente previsíveis. A forma do peito começará a se estabilizar dentro de seis semanas, mas pode levar de seis meses a um ano para que os resultados finais e as cicatrizes sejam refinados completamente.

Comece a passear e a praticar atividades leves o mais rápido possível, mas evite exercícios de empurrar, puxar, levantar e torcer até que o cirurgião plástico lhe dê a aprovação. É importante seguir todas as instruções pré e pós-operatórias do seu cirurgião.

Cuidados Pós-Operatórios no Aumento da Mama

Você acordará após a cirurgia da mama usando um sutiã de apoio que foi comprado antes da cirurgia ou fornecido pelo seu cirurgião plástico. Você pode ter tubos pequenos e finos colocados em suas incisões para drenar qualquer excesso de líquido. Você se sentirá rígido e dolorido; no entanto, alerte seus médicos imediatamente, se sentir dor intensa.

Para manter esses efeitos colaterais no mínimo, tente dormir de costas em uma posição mais ereta nos primeiros dias após a cirurgia. Durante a recuperação da mama, siga todas as instruções para obter um suporte adequado, incluindo dormir no sutiã de apoio, se solicitado. Um sutiã de algodão que fecha na frente pode ser o mais confortável.

Aumento de mama não afeta a amamentação

Na maioria dos casos, os implantes mamários não devem afetar a capacidade de amamentar ou produzir leite. Mesmo se você tiver dificuldade em amamentar, isso pode não estar necessariamente relacionado ao seu aumento da mama – alguns estudos relatam que 10 a 15% das mulheres que nunca fizeram cirurgia na mama não podem amamentar adequadamente. Informe o seu médico se planeja amamentar no futuro. Gravidez futura, flutuações de peso e envelhecimento podem influenciar a forma e condição de seus seios.

Riscos da mamoplastia

Os implantes mamários também podem se deslocar, vazar ou romper. Se eles não forem substituídos, o resultado pode ser desfigurante – como um balão vazio. Em casos raros, os implantes podem ser infectados e devem ser removidos ou substituídos. Como em todos os procedimentos cirúrgicos, as pacientes com aumento de mama também devem considerar os riscos relacionados à anestesia antes de se submeter a esse procedimento. Sempre monitore a saúde da mama conforme as instruções do seu médico de cuidados primários e seu cirurgião plástico. Isso inclui auto-exames regulares da mama e pode incluir considerações especiais de mamografia.

Dra. Flávia Pacheco – CRM-SP 146.283 – Cirurgiã Plástica (Membro Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica)
Facebook.com/Dra.FlaviaPacheco/