Ácido hialurônico: entenda como realmente funciona

Ácido hialurônico: O que não querem que você saiba

Atualmente, na indústria da beleza, as marcas de produtos para a pele estão adicionando ácido hialurônico em quase tudo. Estão adicionando a produtos de limpeza de pele, esfoliantes, toners, produtos para os olhos, loções e cremes.

Então, aqui está uma dica muito rápida: não desperdice seu dinheiro, em produtos de limpeza de pele que estão adicionando ácido hialurônico, que estão divulgando que têm ácido hialurônico, ou Vitamina C – qualquer ingrediente antioxidante – porque não fica tempo o suficiente sua pele para que ela tenha um resultado.

Portanto, certifique-se de ter um bom esfoliante ou um produto de limpeza de pele hidratante, um para equilíbrio de pH, mas não gaste esse dinheiro extra em anti-envelhecimento ou produtos de limpeza de pele que dizem: “Temos Ácido hialurônico em nossos produtos! ”

Efeito hidrante do ácido hialurônico

Então, aqui está um fato real que a indústria da beleza defende, o que é verdade: uma molécula de ácido hialurônico pode conter até 1.000 vezes o seu peso em água. Portanto, é um hidratante bastante poderoso.

Mas o que a indústria da beleza pode não lhe dizer é que realmente funciona de forma mais eficaz se o ambiente for úmido. Se você mora em um lugar seco, o ácido hialurônico não funcionar tão efetivamente porque ele está retirando a umidade do ar para sua pele. E quando há pouca umidade no ar, na verdade ela é retirada da pele.

Muitas empresas de cuidados com a pele combinam com outro ingrediente antienvelhecimento – como a vitamina C. Eles usam ácido hialurônico, vitamina C e também com ácido ferúlico. Então, começa a se agrupar como um “agente antienvelhecimento” ou ” ingrediente antienvelhecimento .

E o ácido hialurônico, na verdade, NÃO é, por si só, um agente antienvelhecimento. Ingredientes antienvelhecimento realmente estimulam a produção de colágeno e elastina ou ajudam a reter o colágeno e elastina existentes. Ele é simplesmente um hidratante.

Portanto, para aqueles que gostam de química, o ácido hialurônico é na verdade um ânion glicosaminoglicano. Um ânion é uma molécula carregada negativamente. Ele é obviamente de um ácido e o hialuronato de sódio, que é mais comumente usado em ingredientes para a pele, é sódio. Então, eles são um pouco diferentes. O hialuronato de sódio é um derivado do ácido hialurônico.

Não é um ingrediente antienvelhecimento, por si só, mas pode realmente ajuda com a aparência – ou minimiza a aparência – de linhas de expressão e rugas. Veja, à medida que envelhecemos, nossas células da pele lentamente começam a perder sua capacidade de reter água. Então, o ácido hialurônico basicamente nos ajuda a atrair mais umidade na camada dérmica, é aí que a maior parte da umidade pode ser retida, mas à medida que envelhecemos, a epiderme começa a perder a capacidade de reter a água a cada ano à medida que envelhecemos.

Quanto tempo dura o efeito do ácido hialurônico?

Criamos ácido hialurônico dentro de nossos próprios corpos, para que você não precisa usá-lo! No entanto, à medida que envelhecemos, essa capacidade diminui ano após ano após ano.

O ácido hialurônico no sangue dura apenas alguns minutos – um a três minutos e então em nossa pele, dura cerca de três a cinco dias, de um modo geral – e muito disso depende de quantos anos você tem – então qual é a sua idade e o ambiente em que vive e até várias semanas – uma a três semanas – em nossa cartilagem.

Risco do excesso de produtos de cuidado com a pele

O corpo precisa constantemente reabastecer o ácido hialurônico. Portanto, o equívoco comum é que, às vezes, o setor de beleza deduz muito vagamente, é, quanto maior a porcentagem de um ingrediente ativo – assim como os ingredientes anti-envelhecimento como vitamina C, retinol, peptídeos – melhor funcionará para a sua pele. E isso não é necessariamente verdade!

Alguns ingredientes, em porcentagens mais altas, podem dar um efeito negativo sobre a pele – como ácido glicólico, alguns retinóis e ácido L-ascórbico – onde eles podem realmente causar uma reação ou uma erupção cutânea – o que chamamos de dermatite.

Efeitos do ácido hialurônico serum

Adicionar mais a um produto não é apenas desnecessário, o ácido hialurônico por si só é um ingrediente espesso do tipo gel. Portanto, adicionar mais a um produto tornará o produto pouco atraente para colocar na pele. A molécula pode variar, vem em uma variedade de tamanhos e pode chegar a várias milhares de moléculas de açúcar. Os açúcares estão interconectados muito semelhantes a uma formação de teia semelhante a uma aranha, e isso é o que dá o filme sobre o Stratum Corneum.

Quando não está ligada a outras moléculas, ela pode realmente se ligar à água, e isso é quando pode realmente aumentar o nível de umidade na pele, bem como lubrificar as articulações. Essa umidade é levada para os níveis superiores da pele para que ela possa obter umidade. As moléculas maiores de ácido hialurônico ficam sobre a pele, mas são muito grandes para penetrar nas partes inferiores da pele. E o que acontece?

Elas hidrolisam! A hidrólise é basicamente um processo em que as moléculas se separam liberando uma molécula de água. O ácido hialurônico hidrolisado é basicamente o resultado desse processo químico em que elas criam fragmentos menores, tornando as moléculas menores em peso e tamanho.

Ao oferecer esse tipo de produto onde você verá, às vezes eles oferecem ácido hialurônico serum (soro), onde se lê “peso molecular maior” e, ou “peso múltiplo”, o que eles estão oferecendo ou o que estão dizendo é, no soro há moléculas com pesos diferentes, onde as moléculas maiores ficam por cima para adicionar umidade à pele e as moléculas menores são pequenas o suficiente para penetrar na epiderme, aumentando os níveis de umidade sob a pele.

Conclusão

O uso do ácido hialurônico nos cuidados com a pele é seguro e pode trazer algum benefício para a hidratação, nada mais do que isso. Utilizá-los e loções de limpeza de pele não parece ser interessante visto o tempo de ação. Associar a outros agente antienvelhecimento também não melhora os resultados. Porém, sabendo usar pode fazer parte dos cuidados básicos com a pele, qualquer dúvida consulte seu dermatologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *