Ácido Azelaico: Para que serve o gel dermatológico

Ácido Azelaico: Para que serve o gel dermatológico


Há um ingrediente menos conhecido que vem ganhando força para limpeza da pele: ácido azelaico. Mas para que serve esse composto?

Você deve saber que o ácido ocorre naturalmente, veja sobre como ele age e se é adequado para você. Lembrando que não estamos indicando o uso e você deve consultar um dermatologista, aqui só iremos informar para que você tenha as perguntas direcionadas quando for a um consultório médico.

O uso do ácido azelaico é seguro para a maioria das pessoas e não tem contra-indicação médica de acordo com as pesquisas científicas.

O que é ácido azelaico?

Surpreendentemente, o ácido que ocorre naturalmente e vem da cevada, grãos de centeio e trigo e pertence a uma família chamada ácidos carboxílicos. Sabe-se que o ácido azelaico possui propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias e antioxidantes, tornando-o eficaz no tratamento de doenças da pele, como acne, dermatite e rosácea.

No entanto, alguns dermatologistas acham que o ingrediente é simplesmente uma alternativa suave e segura para a gravidez a ingredientes muito mais fortes. Embora o ácido azelaico seja usada para melasma, acne, rosácea e até seborreia, ele não parece ser muito eficaz como um único agente. Normalmente, ele é usado em combinação com outros produtos (como a niacinamida) para combater os problemas mencionados acima.

Ajuda no combate a acne

Em uma palavra: sim. As propriedades antimicrobianas do ácido ajudam no tratamento a acne, mas o ingrediente também vai adiante: Ele trata a acne, assim como a hiperpigmentação resultante dela.

No entanto, ele funciona melhor combinado com ingredientes adicionais para a limpeza da pele – como o retinol e um ácido salicílico, pois eles têm mecanismos diferentes e trabalham sinergicamente.

O ácido azelaico ajuda no melasma?

O ácido realmente ajuda a uniformizar o tom da pele e que pode até ajudar a aliviar o melasma. O ácido azelaico também diminui a melanina anormal, o que ajuda a remover manchas escuras da pele.

Para tratar a hiperpigmentação, é comum os dermatologistas combinarem ácido azelaico com ácido tranexâmico, vitamina C, ácido kójico e arbutina. Vários estudos recentes mostraram um efeito muito semelhante para a pigmentação em comparação à hidroquinona, que está caindo em desuso.

O ácido azelaico reduz a dermatite?

É comum os dermatologistas prescreverem o uso de ácido azelaico para dermatite, e muitos dermatologistas concordam que talvez o melhor benefício do ácido azelaico seja sua capacidade de tratar acne, dermatite e acne de uma só vez. O ácido azelaico pode ser usado no tratamento da dermatite, mas também no tratamento da pigmentação, principalmente em pacientes que não toleram outros agentes clareadores.

Você pode usar todos os dias?

Conhecido por ser mais facilmente tolerado do que a maioria dos ácidos – é uma ótima opção para quem tem pele sensível – pode ser usado diariamente. Mas se usado de manhã, certifique-se de aplicar protetor solar depois, pois o ácido pode tornar sua pele mais sensível aos raios UV. (Deve ser usado após a limpeza e antes de aplicar outras camadas de cuidados com a pele.)

Se os pacientes seguem o regime recomendado de usar ácido azelaico duas vezes ao dia, juntamente com um hidratante e um filtro solar, é extremamente eficaz.

Pode ser usado durante a gravidez?

O ácido azelaico é o ideal para pacientes grávidas ou que amamentam. É o mais usado em pacientes com acne e melasma que estão grávidas, pois é da categoria B e segura durante a gravidez.

No entanto, alguns médicos recomendam o ingrediente apenas quando a paciente está grávida, pois não é tão potente quanto outras opções, como os retinoides.

Como encontrar

Embora produtos com receita médica, como o Azelan Gel, estejam disponíveis nas farmácias, como produtos de venda livre. No entanto, dermatologistas observam que essas opções podem não ser suficientes para certos tipos de pele. Um tratamento leve e pode não ser forte o suficiente para pacientes com inúmeras lesões; nesse caso, um antibiótico tópico ou oral adicional pode ser adicionado.

Fontes: Azelaic Acid in Acne Vulgaris, The use of topical azelaic acid for common skin disorders other than inflammatory rosacea.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *