Morango protege o Estômago dos efeitos do Álcool

e-book vinagre de maçã no uso estético

Em um experimento em ratos, pesquisadores europeus provaram que comer morango reduz o dano que o álcool pode causar à mucosa do estômago. Publicado no jornal de acesso aberto Plos One, o estudo pode contribuir para melhorar o tratamento de úlceras estomacais.

Uma equipe de pesquisadores italianos, sérvios e espanhóis confirmou o efeito protetor que o morango tem em estômagos de mamíferos que foram danificados pelo álcool. Os cientistas deram etanol (álcool etílico) para ratos de laboratório e, de acordo com o estudo publicado na revista Plos One, provaram assim que a mucosa do estômago daqueles que tinham anteriormente comido o extrato de morango sofreram menos danos.

Sara Tulipani, pesquisadora da Universidade de Barcelona (UB) e coautora do estudo, explica que os efeitos positivos do morango não estão apenas ligados à sua capacidade antioxidante e ao alto conteúdo de compostos fenólicos (antocianinas), mas também ao fato de que eles ativam as defesas antioxidantes e enzimas do corpo.

As conclusões do estudo afirmam que uma dieta rica em morango pode ter um efeito benéfico quando se trata de prevenir doenças gástricas relacionadas à geração de radicais livres ou outras espécies reativas de oxigênio. Esta fruta pode retardar a formação de úlceras estomacais em seres humanos.

Phone sem fio

A gastrite ou inflamação da membrana mucosa do estômago está relacionada ao consumo de álcool, mas também pode ser causada por infecções virais ou por medicação anti-inflamatória não-esteroidais (como a aspirina) ou medicamentos usados ​​para tratar a bactéria Helicobacter pylori.

Maurizio Battino, coordenador do grupo de pesquisa da Universidade Politécnica de Marche (UNIVPM, Itália), sugere que nesses casos, o consumo de morango durante ou após a patologia poderia diminuir o dano à membrana mucosa do estômago.

A equipe encontrou menos ulcerações nos estômagos dos ratos que haviam comido o extrato de morango (40 miligramas / dia por quilo de peso) por 10 dias antes de receberem álcool.

Battino enfatiza que este estudo não foi concebido como uma forma de atenuar os efeitos da embriaguez, mas sim como uma maneira de descobrir moléculas na membrana do estômago que protegem contra os efeitos prejudiciais de diferentes agentes.

Tratamentos para úlceras e outras patologias gástricas estão atualmente precisando de novos medicamentos protetores com propriedades antioxidantes. Os compostos encontrados no morango podem ser a resposta.

Referência

José M. Alvarez-Suarez, Dragana Dekanski, Slavica Ristić, Nevena V. Radonjić, Nataša D. Petronijević, Francesca Giampieri, Paola Astolfi, Ana M. González-Paramás, Celestino Santos-Buelga, Sara Tulipani, José L. Quiles, Bruno Mezzetti, Maurizio Battino. “Strawberry Polyphenols Attenuate Ethanol-Induced Gastric Lesions in Rats by Activation of Antioxidant Enzymes and Attenuation of MDA Increase”. Plos One 6 (10): e25878, October 2011. dx.plos.org/10.1371/journal.pone.0025878

Morango protege o Estômago dos efeitos do Álcool
5 (100%) 2 votos